É o instituto de crescimento e formação continuada da EPP. 

Seus membros efetivos são psicanalistas formados pela Escola e que mantém firme o tripé psicanalítico de estudos, processo de supervisão e análise pessoal.

Ékatus é uma palavra inspirada no vocábulo tupi guarani “ekatú” que significa “saber fazer”. Essa inspiração reflete o espírito da Escola Paulista de Psicanálise que é o de encarar a psicanálise como um “saber fazer”, um saber explorar o desconhecido (inconsciente), não ontológico e instrumental, e não no acúmulo de informações. Ele se propõe a ser o espaço em que os psicanalistas formados pela Escola podem ocupar para dar continuidade a sua formação, apreendendo da experiência de ser um psicanalista.

O Instituto mantém várias atividades regulares, dentre elas: jornadas, colóquios, grupos de estudos, oficinas, publicações, atendimento à comunidade, etc.