Onde foi que eu errei? Pais perdidos e filhos desgovernados (realizado em 15/08)

As relações entre pais e filhos nunca foram tão discutidas quanto hoje – pedagogia, psicologia, medicina e psicanálise são algumas das áreas de conhecimento que versam sobre o tema. Mas por que tantos pais se perguntam “onde foi que errei?”. Os pais nunca tiveram tanta informação sobre “bebês”, “crianças” e “adolescentes”, mas parecem se afogar no meio de tantas informações, as vezes contraditórias.

Administrador
Leia mais
As origens inconscientes no romantismo alemão (realizado em 20/07)

O movimento romântico alemão foi uma reação ao racionalismo do iluminismo. Foi nesse cenário que autores como Hamman, Shillher, Schelling, Goethe na Alemanha, William Blake na Inglaterra e Rousseau na França, por exemplo, criaram uma alternativa à lógica de Descarte, Voltaire, entre outros. Novas e velhas ideias como Deus e a Natureza se fundem em um movimento que vai influenciar gerações posteriores, ainda que de forma imperceptível.

Administrador
Leia mais
História da Histeria de Hipócrates à Freud (realizado em 05/07)

Em nosso primeiro seminário de web, discutimos alguns pontos da história da psicanálise, que se misturam com a história da histeria. Foi através das histéricas, herdeiras de Salpêtière que nasceu o método psicanalítico, a teoria da interpretação dos sonhos, da sexualidade infantil entre outros. Nesse Webnário visamos estabelecer quais foram as teorias herdadas por Freud afim de se estabelecer melhor suas contribuições para a psicanálise.

Administrador
Leia mais
Tirar o olho do umbigo

Por Rafael Marques Menezes1

O que eu quero dizer quando digo para tirar o olho do umbigo? 
Parece ir na contramão do que encontramos na mídia atual, e realmente o é! Essa é uma reflexão sobre “autoestima elevada” e sua relação com “amor ao outro”.

Administrador
Leia mais
Programa de Rádio Semanal: Pensa Comigo!

Este é um programa direcionado a todo público que traz temas contemporâneos e cotidianos. Os ouvintes podem interagir na transmissão via Facebook, através do perfil de Priscilla Santos1, sugerir temas e comentar sobre os assuntos discutidos em tempo real.

É um momento interativo que busca auxiliar o ouvinte a compreender a mente humana e como melhor viver mediante as situações diárias.
Para ouvir a rádio online acesse: www.radiovolt.com.br

Administrador
Leia mais
Dumela Psicanálise

Por Fernanda Nascimento Oliveira1

O psicanalista deve estar presente de forma absoluta na sessão.
O vídeo demonstra de forma simbólica a técnica. "Dumela" aos verdadeiros analistas com seus pacientes. 

Administrador
Leia mais
A riqueza da teoria kleiniana a partir do olhar do bebê

Por Márcia Velo Barros1

Ler os textos de Melanie Klein ... é impossível não brilhar os olhos com tremenda genialidade da psicanalista de crianças que, de forma sensível, consegue captar as simbologias das brincadeiras, dos desenhos, e das comunicações orais, visuais, etc.

Administrador
Leia mais
Histeria: da Antiguidade ao Século XIX

Por Thaís Jamyle Pinheiro Dionísio Cavalcante1

Mesmo nos dias de hoje a histeria é uma palavra largamente usada e pouco conhecida. Ninguém sabe muito bem como defini-la, e não só os leigos. Parece que, desde que ela começou a se manifestar entre nós, define-se justamente pela sua falta de definição.

Administrador
Leia mais
Boas experiências em meios psicanalíticos

Por Márcia Velo Barros1 

Não só de atendimentos vive um psicanalista. Não só numa poltrona atrás de um divã, ouvindo seus analisandos e interpretando. O psicanalista também precisa de ajuda. Como tudo e todos, também temos nossos pontos cegos. E nada melhor que uma boa troca de experiências com colegas psicanalistas para (re) pensarmos nossa prática, buscarmos novas teorias e (re) vermos as já vistas. Sempre há espaço para o novo.

Administrador
Leia mais