Um tratamento breve possível em psicanálise

Por Diego Rafael Schmidt1

A eficácia de um tratamento nem sempre é equivalente ao seu tempo de duração. Nesse sentido, a Terapia Breve de Orientação Psicanalítica (T.B.) foi desenvolvida a partir dos trabalhos de Freud, considerado seu pioneiro, e cujas primeiras análises eram feitas num curto período de tempo.

Leia mais
Considerações sobre novos desejos

Por Contardo Calligaris1

Um jovem não sabe o que ele está a fim de fazer da vida, e os pais pedem que eu descubra qual é o desejo do filho, de modo que ele possa escolher o vestibular e a profissão que ele "realmente" gostaria. Na mesma semana, encontro um adulto que acha que, de fato, nunca fez nada por desejo. Embora bem-sucedido, queixa-se de que suas escolhas (profissionais e amorosas) sempre teriam sido circunstanciais, efeitos de oportunidades encontradas ao longo do caminho.

Leia mais
Sonhos, sintomas e o inconsciente

Por Janete Vilella1

Quando escreveu a Interpretação de Sonhos, Freud havia chegado a muitas conclusões, entre elas a constituição do aparelho psíquico. A Primeira Tópica do aparelho psíquico vai dar respaldo a toda sua teoria sobre os sonhos. A concepção deconsciente e inconsciente empresta lógica a todo trabalho da elaboração onírica.

Leia mais
Intervenção na comissão de leis sobre o casamento para todos Assembleia Nacional França

Por Elisabeth Roudinesco1

Assembleia Nacional, [Paris] 15 de novembro de 2012.
Excelentíssimo Sr. presidente da Comissão de leis, Sr. Relator, senhoras e senhores parlamentares, gostaria de agradecer a honra que me outorgaram me convidando para esta sessão sobre um tema ao qual já dediquei muitos estudos enquanto historiadora sobre a família, sexualidade, psicanálise e psiquiatria.

Leia mais
A angústia, o desejo e a psicopatologia

Por Sérgio Rossoni1 

Conforme definição, entendemos o conceito de phantasia como a imaginação elaborativa das funções corporais. “Roteiro imaginário em que o sujeito está presente e que representa, de modo mais ou menos deformado pelos processos defensivos, a realização de um desejo, em última análise, de um desejo inconsciente”. (Laplanche e Pontalis – pg. 169 – Vocabulário de Psicanálise).

Leia mais
Não ver, não ouvir e calar sempre!

Por Danuza Leão1

Você quer ser querida pelos amigos, viver sem problemas, ser daquelas pessoas que são sempre lembradas com alegria e prazer? Em outras palavras: você quer ser feliz? Simples: esqueça essas manias de ver, ouvir e, sobretudo, falar, e sua vida passará a ser um mar de rosas.

Leia mais
A banalização do mal

Por Francine Brandão1

A primeira palestra O Holocausto e a Subjetivação do Outro trata de uma visão sobre o holocausto a partir de Hanna Arendt, uma sobrevivente da segunda guerra que se refugiou nos EUA  e se dedicou a compreender os regimes totalitários, o nazismo e as consequências desses eventos para a humanidade.

Leia mais