Melanie Klein e o Édipo precoce

Por Adriana Silveira1

O complexo de Édipo é central para os trabalhos desenvolvidos por Freud, como sabemos. Freud acreditava que os complexos de Édipo e de castração teriam início na fase fálica, momento em que os genitais são o centro da libido infantil.
Haveria aí a descoberta, pelo menino, do pênis, bem como da ausência do pênis na menina, o que levaria à castração e ao Édipo.

Leia mais
O trabalho do sonho e a sua importância para a psicanálise

Por  Wagner Andreo Alledo Filho1

“Sonhar é acordar-se para dentro...” 
(Mario Quintana)

Acordar-se para dentro, dar à luz o obscuro, conhecer a si mesmo... Mario Quintana, poeta gaúcho, reconhecido pela profundidade dos seus poemas e perfeição técnica, o “poeta das coisas simples”, propõe uma reflexão a respeito do sonho:

Leia mais
Qual a importância de um Pai?

Por Marcelo Moya 1

"Não me cabe conceber nenhuma necessidade tão importante durante a infância de uma pessoa que a necessidade de sentir-se protegido por um pai." (Sigmund Freud)

A nossa sociedade vem passando por constantes transformações e modificando as configurações das famílias através de novos modelos, mas a figura do pai nunca deixará de ser essencial, pois o seu papel é fundamental e complementar ao lado da mãe no percurso das dinâmicas familiares.

Leia mais
O equívoco da Teoria da Sedução

Por  Indira Bolsoni Pinheiro1

No início dos seus trabalhos com a histeria, Freud se utilizava do método hipnótico de Charcot e do método catártico de Breuer, que trazia as memórias que ficavam reprimidas e que causavam os sintomas físicos nas pessoas histéricas. Para esses estudiosos, na época, as lembranças trazidas pelas pacientes, pois a grande maioria dos experimentos foi feito com mulheres do Hospital Salpetriere, eram a reprodução exata do que havia acontecido em suas vidas.

Leia mais
A pulsão e as flores

Por  Jose Claudio de Nazareth Gonçalves 1

Na década de 80 a televisão exibia um comercial de desodorante que terminava com o slogan “se algum desconhecido te oferecer flores, isso é Impulse", onde um homem, movido por um impulso causado pelo instinto despertado pelo olfato, roubava flores de um vendedor e ia correndo oferecer à mulher que passou por ele usando o tal desodorante. 

Leia mais
Pontos cegos do analista

Por Adriana Silveira1

O Caso Dora, publicado em 1905, é um dos casos clínicos de Freud mais conhecidos e estudados. O período do tratamento da paciente, a quem é dado o pseudônimo de Dora, deu-se alguns anos antes da publicação do texto, coincidindo com os estudos acerca dos trabalhos do sonho publicados na obra A Interpretação dos Sonhos (1900). 

Leia mais
06 de maio: Dia do Psicanalista - A data é alusiva ao nascimento de Sigmund Freud

Por Marcelo Moya 1

Se não fosse Thomas Edison com sua lâmpada elétrica incandescente, talvez hoje não houvesse a moderna iluminação LED. Não tendo Karl Benz inventado o primeiro motor combustível, talvez hoje o famoso jogador Cristiano Ronaldo não desfrutaria de seu Bugatti La Voiture Noire, considerado o mais moderno automóvel do mundo. Ou se Santos Dumont não tivesse inventando o 14-Bis, será que alguém viajaria hoje pelo mundo dentro de um confortável e seguro Airbus-A380?

Leia mais
Consciente, pré-consciente e inconsciente x id, ego e superego: instâncias que podem atuar de modo sincrônico entre si

Por Silvio Ribeiro da Silva 1

A Psicanálise de Freud tem como importantes alicerces o que ficou conhecido como primeira e segunda tópicas, sendo a primeira chamada de teoria topográfica (modelo adotado por Freud para pensar o aparelho mental a partir de uma percepção topográfica da mente, envolvendo consciente, pré-consciente e inconsciente) e a segunda de modelo estrutural (revisão feita por Freud não mais vendo o aparelho mental sob o ponto de vista geográfico, mas do ponto de vista estrutural, envolvendo id, ego e superego).

Leia mais